Vereador Alexandre Pierroni pede soluções para problemas relacionados à Santa Casa

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail
 

Na manhã da última terça-feira, dia 6, o Vereador Alexandre Pierroni participou de uma reunião na Câmara Municipal para tratar de assuntos relacionados ao hospital Santa Casa.

Estiveram no encontro alguns representantes da administração da Santa Casa, Vereadores e membros da sociedade civil. “A população são-roquense espera por respostas, todos nós dependemos da Santa Casa e queremos uma solução por parte do Poder Executivo, pois segundo os administradores do hospital, a gestão municipal tem até o dia 19 de fevereiro para resolver este impasse”, afirma.

Alexandre Pierroni, que é secretario da Comissão Permanente de Saúde, Educação, Cultura, Lazer e Turismo da Câmara Municipal, explica que todo mês tem déficit financeiro, as contas não fecham e os problemas só aumentam. “Nós Vereadores somos cobrados pelos munícipes para que existam soluções, aos quais também solicitamos empenho da Administração Municipal, pois entendemos a gravidade dos fatos e sabemos que a Prefeitura tem até o dia 28 de fevereiro para buscar uma solução, caso contrário corre perigo do hospital fechar às portas”, diz.

O Vereador Alexandre Pierroni demonstrou preocupação. “Temos uma série de situações que precisam ser revistas, porque entendemos que o hospital não pode parar e esperamos uma melhoria no atendimento. A pasta mais importante com certeza é a da Saúde e por isso prosseguimos solicitando urgência da Administração Municipal para dar um posicionamento”, comenta.

Alexandre Pierroni afirma que é favorável a gestão separada. “Acredito que uma boa alternativa seria a separação de tais obrigações, por exemplo, o município é obrigado a manter um pronto socorro, então ele que seja o responsável por isso, em contrapartida, a Santa Casa receberia apenas pelos serviços que caberiam a ela, como internações, cirurgias e etc.”, fala.

O parlamentar reassume o seu compromisso com a população e afirma que prossegue cobrando as soluções definitivas.