Vereador Julio Mariano apoia ações de revitalização e preservação da Mata da Câmara

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail
 

O vereador Julio Mariano tem acompanhado de perto as ações do Instituto Brasileiro de Jornada Ecológica (IBRAJE) que recebeu, através de decreto assinado pelo Chefe do Executivo são-roquense, a permissão de uso da Mata da Câmara para promover projetos educativos e ambientais.

Desde o início de seu mandato, Julio Mariano tem se reunido com representantes do Instituto, entre eles o Presidente Osvaldo Crepaldi (Sorriso), para discutir um modelo viável para a transformação da Mata da Câmara em espaço de promoção de conhecimentos, interação com o meio ambiente e ponto turístico com o mínimo de estrutura para receber visitantes, tendo aproximado o IBRAJE e o Poder Público Municipal para que a parceria fosse firmada.

Segundo representantes do IBRAJE, o projeto a ser desenvolvido no espaço inclui acompanhamento, recuperação, monitoramento e conservação de espaços físicos, trilhas, animais, aves e biodiversidade.

“Um espaço como este, rico em diversidade, fauna e flora tem um valor imenso para o município, e pode ser fonte de aprendizagem e conhecimento para toda a sociedade, através de cursos, palestras, visitações, atividades, entre tantas outras possibilidades que poderão ser realizadas pelo IBRAJE, além da preservação e do cuidado com o parque, essenciais para sua existência e que garantirão que ele possa ser conhecido pelas próximas gerações”, comenta Julio Mariano.

O Decreto do Executivo menciona que todas as ações a serem executadas deverão ter o aval do Departamento de Meio Ambiente e a permissão de uso é válida até 31 de dezembro deste ano, podendo ser prorrogada.

“Tenho defendido que o município precisa apoiar a formação de outros polos turísticos e vejo a Mata da Câmara como um ponto turístico de grande potencial, que deve ser valorizado e preparado neste sentido, mas estava esquecido e, por isso acredito que esta parceria também pode render bons frutos neste sentido, afinal, não dá pra receber turistas em um lugar onde não há sequer informações sobre ele, e quando a cidade perde um turista, perdemos todos nós”, ressalta o vereador Julio Mariano.