Vereador Alexandre Pierroni verifica denúncia de maus tratos de animal no Bairro Boa Vista

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail
 

No último final de semana, o vereador Alexandre Pierroni (Alexandre Veterinário), foi avisado por munícipes sobre um incidente com um animal de grande porte no Bairro Boa Vista, em São Roque/SP, o que o mobilizou para o local na tentativa de prestar socorro, o que não foi possível.

Segundo o vereador, tratava-se de uma vaca que supostamente morreu eletrocutada em uma instalação elétrica insegura no chão da entrada de uma residência. “O episódio será apurado pelas autoridades competentes e, caso fique caracterizado maus tratos e crueldade com o animal, o responsável será punido pelo crime, previsto na Lei Federal n°9.605/98, que em seu Artigo 32, §2°, prevê pena de três meses a um ano e quatro meses de detenção.”

Pierroni é o autor da Lei Municipal n°4.860/2018, que trata de maus tratos aos animais e em seu Artigo 3°, tipifica o ato em questão como infração administrativa, prevê penalidade de multa no valor de R$1.000,00, que pode ser dobrada em caso de reincidência.

O parlamentar tem a causa animal como uma das principais pautas de seu mandato, já propôs e conseguiu a aprovação de diversas leis em defesa dos animais, está sempre dialogando com a população e buscando juntos aos órgãos competentes solucionar problemas e propor soluções para os problemas relacionados a eles.

“Acredito que devemos cuidar, zelar e proteger os animais, já que eles não conseguem fazer isso por eles. Independente de serem animais domésticos, domesticados, silvestres, ou não, recomendo à população que denuncie os maus tratos às autoridades competentes, para que os mal feitores sejam punidos”, comenta.

Delegacia Estadual de Proteção Animal recebe denúncias 24h por dia

Alexandre Veterinário aproveita a oportunidade para, mais uma vez, indicar à população a existência da Delegacia Estadual de Proteção Animal. 

“Quando ocorrer um ato grave de crueldade, que necessite de ação imediata, a Polícia Militar deve ser chamada através do 190, pois ela é a responsável por esse tipo de atendimento, já nos casos de fato consumado ou maus tratos constantes, o Boletim de Ocorrência deve ser feito através da internet pela Delegacia Estadual de Proteção Animal, podendo ser enviado juntamente com fotos e vídeos do fato, o que facilita na resolução do suposto crime”, encerra Pierroni.