Vereador Alexandre Pierroni alerta sobre a importância da vacina contra sarampo e poliomielite, campanha começa neste sábado

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail
 

            O vereador Alexandre Pierroni (Alexandre Veterinário), preocupado com o recente surto do vírus do sarampo e a ameaça da volta da poliomielite no país faz um alerta aos pais para a campanha de vacinação contra estas doenças, cuja primeira mobilização acontece neste sábado, 4 de agosto, em todos os postos de saúde do município.

            O sarampo é extremamente contagioso e pode ser transmitido pela tosse, espirro, saliva e secreções nasais. O vírus causa febre alta, tosse, olhos inflamados e manchas vermelhas pelo corpo, podendo ser fatal. Em alguns países é a principal causa de morte de crianças menores de 5 anos.

            Já a poliomielite, doença que pode causar a paralisia infantil, não tem casos recentes registrados, entretanto, o Ministério da Saúde está fazendo a campanha por prevenção, uma vez que 312 cidades do país estão com a imunização abaixo da meta e um caso recente foi registrado na Venezuela, país que os especialistas acreditam ser o difusor do sarampo para o Brasil.

            “Um surto do vírus do sarampo no Amazonas e em Roraima acendeu o alerta para a importância da vacinação infantil contra o vírus da doença que em 2016 acreditava-se ter sido erradicada no país e que hoje já tem mais de 800 casos oficialmente registrados. Na verdade é a vacinação que acaba com as doenças, e quando ela não é feita, o risco de contaminação é alto”, explica Pierroni.

            O parlamentar conta ainda que nos últimos anos, muitos pais não vacinaram seus filhos por conta de um movimento global que condena este tipo de imunização, por acreditarem que ela tem efeito contrário ao que propõe, o que ele afirma não ser verdade, motivo que explica em grande parte a queda do número de imunizações e a volta dessas doenças que já estavam erradicadas no Brasil.

            A campanha de vacinação contra o sarampo e a poliomielite acontece de 6 a 31 de agosto em todos os postos de saúde do município, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, e também nos sábados dias 4 e 18, quando haverá uma mobilização nacional e os postos de saúde atenderão extraordinariamente, das 7h às 16h, devendo ser vacinadas todas as crianças de 1 a 4 anos, 11 meses e 29 dias.

            Ao todo, o Ministério da Saúde pretende vacinar 11,2 milhões de crianças em todo o território nacional, e as doses deverão ser dadas também às crianças que já foram vacinadas, como forma de reforço. A ideia é criar uma barreira sanitária com a imunização da maioria das crianças, pois, assim a circulação do vírus não acontece.

            “Além de vereador, também sou pai, e quero que meus filhos e os filhos de todos os são-roquenses, não estejam expostos nem ao sarampo nem à poliomielite, doenças que podemos evitar, basta apenas vacinar”, encerra o vereador Alexandre Pierroni.