Após denúncia de Guto Issa Prefeitura retira Projeto de Lei que autorizava venda de terrenos públicos abaixo do valor de mercado

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail
 

Na última Sessão da Câmara, foi aprovada a retirada do Projeto de Lei n°49/2018, de autoria do Poder Executivo, que dispunha sobre a venda de cinco imóveis públicos, cujos valores foram confrontados através de uma perícia contratada pela Casa de Leis.

Em 28 de junho, o Projeto recebeu o Parecer n°44/2018, contrário a venda, emitido pela Comissão de Orçamento, Finanças e Contabilidade, assinado pelos vereadores Flávio Brito e Guto Issa, e após vários questionamentos e adiamentos da votação do Projeto, simultâneos à realização de perícia técnica para aferição do valor real dos bens públicos em questão, o vereador Guto Issa fez denúncia pública sobre a constatação da diferença de valores em dois imóveis públicos, constatando diferença, entre o sugerido pela Administração Pública e o constatado pericialmente, de R$1 milhão a menos.

Diante da repercussão do fato, amplamente divulgado, questionado e debatido na imprensa e nas redes sociais, o Poder Executivo enviou à Câmara Municipal o Ofício n°612/2018, onde pede a retirada do Projeto de Lei n°49/2018 da pauta de votação da Casa de Leis, ato que recebeu a aprovação unânime do Plenário.

“Fico feliz em ver que esta é mais uma luta vencida, afinal também é minha obrigação fiscalizar os atos do Poder Executivo e, nesse caso, evitamos não só a dilapidação do patrimônio público como evitamos um prejuízo de mais de R$1 milhão. Com dinheiro público não se brinca!”, conta Guto Issa.